Spaniels de água irlandeses e agressão na ninhada: uma nova perspetiva

Pergunta do dono do cão

Hi! A nossa Irish Water Spaniel, chamada Molly, tornou-se particularmente agressiva com os seus brinquedos. Quando tentamos tirar-lhe os brinquedos, ou mesmo tocar-lhes, ela começa a rosnar e a morder.

Não sei porque é que se tornou tão agressiva e como podemos lidar com esta situação. Gostaria que me ajudassem a compreender melhor e a lidar com esta situação.

Resposta do veterinário

"Olá! Fico triste por ler que está a ter um problema grave com a Molly.

A agressão à ninhada, como a Molly está a demonstrar, não é invulgar nos cães, especialmente nos Spaniels de Água Irlandeses, que são conhecidos como uma raça extremamente afectuosa com os seus brinquedos e família.

O comportamento da Molly pode ser hereditário, mas também pode ser o resultado de uma experiência negativa com brinquedos no passado, e ela está a tentar protegê-los.

Este comportamento chama-se agressão à ninhada e, embora possa ser difícil de tratar, não é impossível.

A primeira coisa que tem de compreender é que a Molly não é agressiva para com os seus brinquedos, ela protege-os.

Isto significa que a agressividade dela para com os brinquedos não se deve ao facto de estar a ser má ou zangada consigo, mas porque está a tentar defender-se de ser magoada.

A melhor maneira de lidar com a agressividade é usar o reforço positivo. Se a Molly deixar que lhe toque nos brinquedos sem ficar agressiva, elogie-a e recompense-a com uma guloseima. Desta forma, a Molly aprenderá com o tempo que partilhar os seus brinquedos é uma coisa boa e reduzirá o seu comportamento defensivo!

Além disso, é importante proporcionar à Molly a estimulação mental e física de que ela necessita. O Spaniel de Água Irlandês tem um forte instinto de caça e, se não receber a estimulação adequada, pode ficar tenso e stressado, o que pode exacerbar os sintomas de agressividade da ninhada.

>>  Jack Russell Terrier e diarreia crónica! O que devo fazer? Alterações alimentares e soluções

Outro método pode ser regular o tempo de brincadeira.

Se a Molly se tornar demasiado agressiva durante as suas brincadeiras, pode valer a pena fazer uma pausa e voltar a brincar com ela quando estiver mais calma. Recompense-o sempre pelo bom comportamento no final do recreio.

Gerir a agressividade da ninhada não é uma tarefa fácil e requer tempo e paciência, mas, acredite, vale a pena o esforço. O importante é lembrar que a Molly só está a fazer o que lhe é natural e o que pensa que vai proteger os seus brinquedos. Cabe-lhe a si ajudá-la neste processo e ensinar-lhe que partilhar os brinquedos não é uma ameaça para ela.

Se sentir que a situação está a melhorar, mas continuar a ter dificuldades, pode querer consultar um profissional que possa ajudar com mais conselhos e técnicas.

Espero que estas dicas tenham ajudado e que a Molly se torne em breve menos protetora dos seus brinquedos."