Que cão devo comprar? O GRANDE RESUMO: Estilo de vida, casa, alergias e outras dicas

Um cão pode ser o seu melhor amigo – leal, carinhoso e sempre presente quando precisa dele!

Mas que raça de cão deve escolher?

A resposta não é fácil.

Há muitos factores a considerar, incluindo o seu estilo de vida, o tamanho da sua casa, as suas alergias, o seu tempo, as suas finanças, a sua saúde, o tempo que passa com o seu cão, a sua experiência com cães, o temperamento da raça que escolher e, claro, a sua família.

Tudo isto deve ajudá-lo a decidir qual a melhor raça para si.

A seguir, vamos analisar estes aspectos em pormenor para o ajudar a encontrar o melhor amigo de quatro patas para si.

O seu estilo de vida

O cão que escolher deve adaptar-se ao seu estilo de vida.

Isto é importante porque diferentes raças de cães exigem diferentes níveis de atividade e isso terá um grande impacto na sua vida diária.

Estilo de vida ativo

Se tiver um estilo de vida ativo, como praticar muito desporto, precisar de um companheiro de corrida ou simplesmente gostar de passar muito tempo ao ar livre, um cão mais enérgico como um Border Collie ou um Pastor Australiano será uma boa escolha.

Estas raças de cães requerem longas caminhadas e um desafio mental e físico constante.

Estilo de vida calmo

Se preferir passar um tempo calmo em casa, pode escolher uma raça de cão menos ativa.

Os Bulldogs, os Shih Tzu Cooties ou os Basset Hounds ficam satisfeitos com passeios mais curtos e mais tempo em casa.

Trabalho e ocupações

Também é importante o tempo que tem para passar com o seu cão!

Se trabalha muitas horas ou está muitas vezes fora de casa, escolha uma raça que consiga lidar bem com o facto de estar sozinho, como um Basset Hound ou um Shar-Pei.

Se tiver mais tempo para cuidar do cão e interagir com ele, escolha uma raça que exija mais atenção e atividade, como um Golden Retriever ou um Border Collie!

O mais importante é que o cão que escolher se adapte ao seu estilo de vida.

Isto contribuirá para a felicidade e o bem-estar do seu cão. Também reduz o risco de problemas que podem surgir se o seu cão não receber a estimulação mental e física de que necessita.

Kuytak e o tamanho do apartamento

O tamanho da sua casa

O tamanho da sua casa é uma das considerações mais importantes quando escolhe um cão.

Não só o tamanho do espaço, mas também a disposição, a altura do teto e o espaço exterior são importantes.

Pequeno apartamento ou apartamento numa zona residencial

Se vive num apartamento pequeno ou num bairro residencial, a melhor escolha é uma raça de cão mais pequena ou com menos exigências de atividade.

Por exemplo, um Pug, Chihuahua ou Yorkshire Terrier é a escolha ideal, porque estas raças são mais pequenas, exigem menos exercício e adaptam-se melhor a espaços de habitação mais pequenos.

Apartamento grande ou casa de família

Se viver num apartamento maior ou numa casa de família, as raças de cães maiores adaptar-se-ão confortavelmente.

Estas podem incluir pastores alemães, Labradores Retrievers ou Akitas. Estes cães são mais capazes de lidar com espaços maiores e têm mais espaço para se movimentarem.

Casa com jardim

Se vive numa casa com jardim, tem muito mais opções, especialmente para raças de cães que adoram brincar e fazer actividades ao ar livre!

O Pastor Australiano, o Golden Retriever ou o Border Collie são excelentes exemplos, uma vez que estas raças gostam de brincar ao ar livre, correr e praticar atividade física em geral.

Tamanho do cocó e nível de atividade do cão

É importante notar que o tamanho da casa nem sempre está correlacionado com o nível de atividade do cão.

Por exemplo, o Jack Russell terrier, apesar de pequeno em estatura, é extremamente enérgico e requer muito exercício, o que é ideal num apartamento grande.

>>  Lakeland Terrier e o misterioso problema dos dentes

Por outro lado, o Dogue Alemão, apesar do seu grande tamanho, é geralmente calmo por natureza e requer menos exercício, o que pode funcionar num apartamento mais pequeno.

Ao escolher um cão, deve ter em conta o tamanho e as capacidades da sua casa para garantir o melhor ambiente possível para o seu cão.

É importante que o seu cão se sinta confortável em sua casa e tenha espaço suficiente para se movimentar!

A sua alergia

As suas alergias são um fator importante na escolha de uma raça de cão.

Muitas pessoas são alérgicas ao pelo ou à saliva do cão, o que causa problemas graves!

Raças hipoalergénicas

Se é alérgico, procure raças de cães hipoalergénicas.

Embora não exista nenhuma raça que seja completamente hipoalergénica, algumas raças de cães são menos susceptíveis de causar uma reação alérgica.

Exemplos incluem o Bichon Frise, o Puli, o Maltês ou o Soft Coated Wheaten Terrier.

Estas raças produzem menos alergénios porque se desprendem menos ou têm uma estrutura de pelagem especial.

Raças com maior probabilidade de causar alergias

No entanto, algumas raças de cães são mais susceptíveis de causar uma reação alérgica.

Estas incluem os Labradores Retrievers, os Pastores Alemães e os Boxers. Estas raças de cães soltam pelo frequentemente e são ricas em alergénios.

Testes e reacções alérgicas

Se não tem a certeza se é alérgico ao pelo ou ao pelo do cão, existem testes de alergia específicos que podem ajudar a determinar isso.

É também uma boa ideia passar algum tempo com diferentes raças de cães para ver a que raça é alérgico!

Cada cão é único e as suas reacções alérgicas podem variar de indivíduo para indivíduo!

É melhor consultar um médico antes de escolher um cão.

Desta forma, pode cuidar da sua saúde e da saúde do seu futuro amigo de quatro patas da melhor forma possível.

Cães e família

A sua família

O ambiente familiar é também um fator importante na escolha de um cão.

As necessidades e aptidões de todos os membros da família devem ser tidas em conta antes de se decidir por uma determinada raça.

Famílias com crianças pequenas

Se houver crianças pequenas na família, é importante escolher uma raça que seja amiga das crianças.

Os Golden Retrievers, os Labradores Retrievers e os Beagles são conhecidos por se darem bem com as crianças.

É importante preparar o cão e a criança antes de os conhecer e supervisioná-los quando estiverem juntos!

Membros mais velhos da família

Se tem familiares idosos a viver consigo, deve escolher uma raça de cão mais calma e que exija menos atividade física.

Um Bichon Frisé, um Pug ou um Shih Tzu podem ser boas opções.

Alergias dos membros da família

Se alguém da sua família for alérgico a cães, deve também escolher raças de cães hipoalergénicas!

Essas raças incluem o Poodle, o Bichon Frisé e o Cão de Água Português.

Horários dos membros da família

O horário dos membros da família também deve ser tido em conta.

Se todos os membros da família estiverem no trabalho ou na escola durante todo o dia e o cão passar muito tempo sozinho, deve escolher uma raça que consiga lidar bem com a solidão. Esses cães são os Basset Hounds ou os Shar-Pei.

Atividade dos membros da família

Se a sua família gosta de fazer caminhadas, correr ou passar muito tempo ao ar livre, deve escolher uma raça de cão como o Border Collie, o Boxer ou o Weimaraner.

Estas raças gostam de muito exercício e de passar muito tempo ao ar livre!

Discuta sempre a decisão de ter um cão com a sua família para que todos estejam cientes das circunstâncias. Ou esteja preparado para se envolver nos cuidados do seu cão.

>>  Drentse Patrijshond e Epilepsia: como reconhecer e tratar?

O seu tempo

O seu tempo e empenho são também factores importantes na escolha de uma raça de cão.

Os cuidados com os cães consomem muito tempo e isso pode variar consoante as raças.

Raças com elevada exigência de atividade

Se tem muito tempo livre e gosta de passar o tempo ao ar livre ativamente, pode escolher raças activas como o Border Collie, o Jack Russell Terrier ou o Pastor Australiano.

Estas raças requerem muito exercício, gostam muito de longas caminhadas, correr ou jogar à bola.

Raças com necessidades médias de atividade

Se tem um estilo de vida menos ativo ou menos tempo livre, as raças de atividade média, como o Beagle, o Bulldog ou o Cocker Spaniel, serão uma boa escolha. Estes cães necessitam de exercício regular mas moderado.

Raças de baixa atividade

No entanto, se o seu tempo for muito limitado ou se tiver um estilo de vida menos ativo, cães como o Bichon Frise, o Pug ou o Shih Tzu serão boas escolhas. Estas raças requerem menos exercício e é mais provável que passem mais tempo em casa.

Tempo e cuidados

O tempo não é apenas uma questão de exercício. Algumas raças precisam de mais tempo para se arranjarem, como o Caniche ou o Yorkshire Terrier, enquanto outras, como o Dálmata ou o Weimaraner, precisam de menos cuidados.

É importante ser realista quanto ao compromisso.

Ter um cão não é apenas uma questão de brincadeira, mas também de responsabilidade, que inclui cuidados de saúde, cuidados de higiene e estimulação mental.

O nível de compromisso exigido pode variar consoante a idade e a raça do cão. Por isso, pense sempre bem antes de escolher um cão.

Cão de caça 3

Os seus recursos financeiros

Manter um cão requer não só um investimento de tempo, mas também de dinheiro.

Consoante a raça, a manutenção de um cão pode implicar despesas significativas, que devem ser tidas em conta na sua escolha.

Custos de aquisição

Algumas raças de cães podem ser mais caras do que outras.

Por exemplo, um Bulldog Francês de raça pura ou um Cavalier King Charles Spaniel podem ser mais caros, enquanto um cão sem raça pura pode ser consideravelmente mais barato.

Despesas médicas

As despesas de saúde podem variar consoante a raça.

Algumas raças, como os Bulldogs Ingleses ou os Dálmatas, são propensas a certos problemas de saúde, o que resultará em despesas médicas mais elevadas.

Outras raças, como o Border Collie ou o Vizsla, tendem a ser mais saudáveis e a ter menos problemas de saúde.

Custos de cuidados

Os custos de cuidados também podem variar de raça para raça. Algumas raças de pelo comprido, como o Shih Tzu ou o Puli, requerem cuidados de higiene regulares, o que inclui visitas a um profissional.

As raças de pelo curto, como os Boxers e os Dobermans, requerem menos cuidados e, por isso, são mais baratas de cuidar.

Custos de alimentação

O tamanho do cão também afecta o custo da manutenção.

Um cão grande, como um Pastor Alemão ou um Bernese Mountain Dog, come muito mais do que um cão pequeno, como um Chihuahua ou um Yorkshire Terrier.

Custos de seguro

Os donos de cães podem optar por fazer um seguro para o seu cão. Este é um custo adicional, mas pode ajudar a cobrir despesas médicas inesperadas.

Ao escolher um cão, é importante ter em conta os seus recursos financeiros e estar ciente dos custos envolvidos na posse de um cão.

A manutenção de um cão não deve representar um encargo financeiro excessivo e deve ser capaz de cuidar corretamente do seu cão.

A sua experiência com cães

A experiência que tem com cães também influenciará a escolha da raça do cão.

Algumas raças de cães são boas para donos principiantes, enquanto outras raças de cães exigem donos mais experientes.

>>  O cão pastor islandês e o tratamento das infecções do ouvido

Dono de cão principiante

Se está a comprar o seu primeiro cão, deve escolher uma raça que seja amigável, fácil de treinar e bem adaptada ao dono.

Um Labrador Retriever, um Golden Retriever ou um Beagle são boas escolhas nesta situação. Estas raças de cães são fáceis de manusear e respondem bem a um treino baseado no reforço positivo.

Dono de cão com pouca experiência

Se tem alguma experiência no treino de cães, mas não é um especialista, as raças que requerem um pouco mais de atenção e treino podem ser adequadas para si. Exemplos de cães deste tipo são os Boxers, os Dálmatas e os Cocker Spaniels.

Dono de cão experiente

Se já tem muita experiência no treino de cães e está pronto para um desafio, pode escolher raças com necessidades mais complexas.

Estas raças de cães incluem o Border Collie, o Akita ou o Rottweiler.

Estas raças requerem frequentemente mais atenção, um controlo firme e um treino mais sério!

Tenha consciência das suas capacidades e do seu empenho!

Um cão não é apenas um animal de estimação, é um verdadeiro companheiro de vida que requer muita atenção e cuidados.

A experiência prévia é importante, mas ainda mais importante é o empenho, a paciência e o amor que pode dar ao seu cão.

Pembroke Welsh Corgi 7

O temperamento da raça

O temperamento ou a personalidade do seu cão terá um efeito profundo na forma como ele se adapta a si e ao seu estilo de vida.

Raças diferentes têm temperamentos diferentes, pelo que vale a pena pesquisar cuidadosamente as características da raça antes de tomar uma decisão.

Calmo e equilibrado

Se pretende um ambiente calmo e equilibrado, deve considerar raças como o Basset Hound, o Shih Tzu ou o Bulldog.

Estas raças de cães são geralmente menos hiperactivas e mais adequadas a um estilo de vida calmo.

Ativo, enérgico

Se gosta de exercício e aventura e quer um companheiro ativo para correr, fazer caminhadas ou outras actividades ao ar livre, deve escolher raças mais enérgicas. Exemplos dessas raças são o Border Collie, o Labrador Retriever ou o Jack Russell Terrier.

Amigável, sociável

Se é importante para si que o seu cão se dê bem com outras pessoas e animais, deve escolher raças de cães que sejam conhecidas pela sua natureza amigável e sociável. Exemplos disso são o Golden Retriever, o Cockapoo ou o Cavalier King Charles Spaniel.

Protetor, guarda

Se quiser um cão protetor para vigiar a sua casa ou família, deve procurar raças como o Rottweiler, o Pastor Alemão ou o Boxer. Estas raças têm frequentemente um forte instinto de guarda.

É importante lembrar que o temperamento de um cão depende não só da raça, mas também dos seus traços individuais e da sua educação.

Lembre-se sempre que um cão é uma grande responsabilidade! Ele precisa de tempo, atenção e cuidados adequados, independentemente da sua raça ou temperamento!

Considerações finais

Ter um cão é um compromisso a longo prazo.

O tempo de vida de um cão pode ir até aos 10-15 anos, por isso, prepare-se para a responsabilidade que implica ter um cão!

Cada cão é um indivíduo único e pode diferir das características gerais da sua raça.

No entanto, com os cuidados certos, treino e paciência, quase todos os cães podem ser um ótimo companheiro.

Ao escolher um cão, não se esqueça dos cães à espera de donos nos abrigos.

Há cães de muitas raças e idades diferentes à espera de serem adoptados, e muitos deles podem ser companheiros muito gratificantes e amorosos.

Adotar um cão de um abrigo não significa apenas dar uma segunda oportunidade a um animal, mas também abrir espaço para outro animal no abrigo.