O Scottish Terrier e a Osteoporose: Opções de Prevenção e Tratamento

Pergunta do dono do cão:

"Olá! A minha Scottish Terrier, chamada Bonnie, foi recentemente diagnosticada com osteoporose. Estou muito preocupada com ela e gostaria de saber o que posso fazer para a ajudar.

Há alguma mudança na dieta ou suplementos que possamos usar? Que exercício é recomendado para o meu cão?"

Resposta do veterinário:

"Olá! Antes de mais, lamento imenso que a Bonnie tenha sido diagnosticada com osteoporose.

Infelizmente, a osteoporose é um problema comum em cães idosos e raças de cães como o Scottish Terrier são mais propensas a esta doença.

Gostaria de começar por vos assegurar que há muito que podemos fazer para melhorar a qualidade de vida da Bonnie.

Existem vários passos para tratar a osteoporose, incluindo uma alimentação adequada, exercício físico e, por vezes, a utilização de analgésicos.

A alimentação é muito importante.

Uma dieta de alta qualidade e rica em nutrientes, rica em cálcio e vitamina D, ajuda a manter os ossos saudáveis.

Além disso, certos suplementos, como a glucosamina e a condroitina, podem ajudar a manter a saúde da cartilagem e a reduzir a dor.

O exercício também é importante para os cães, mas é preciso ter cuidado.

Demasiado exercício pode aumentar a dor do cão e danificar ainda mais os ossos.

É aconselhável escolher exercício ligeiro mas regular para a Bonnie, como pequenos passeios ou natação. A natação é boa para o cão porque exerce uma pressão mínima sobre os ossos e as articulações.

Os analgésicos também podem ser necessários, especialmente em fases avançadas da osteoporose. No entanto, estes devem ser sempre utilizados sob a orientação do seu veterinário, uma vez que alguns medicamentos têm efeitos secundários!

A Bonnie pode continuar a desfrutar da vida, mesmo com osteoporose.

>>  Preparar os Grandes Pirinéus para umas férias

O segredo é estar atento às mudanças e comunicar regularmente com o seu veterinário para garantir que a Bonnie tem a melhor qualidade de vida possível!"