O cão pequinês e a perda súbita de movimentos

Pergunta do dono do cão:

"Olá! O meu cachorro Palotapincsi (Pequinês), chamado Ming, começou recentemente a mexer-se muito menos do que antes e anda mais devagar. Não há sintomas graves, ele apenas parece mais preguiçoso. O que pode estar a causar isto?

Resposta do veterinário:

"Olá! O abrandamento e a diminuição dos movimentos do Ming podem ser motivo de preocupação, especialmente se acontecerem de repente!

As causas primárias incluem possibilidades como artrite, doenças cardiovasculares ou mesmo excesso de peso.

A raça do cão pequinês é propensa a problemas nas articulações, especialmente displasia da anca e luxação da patela! Estas condições podem causar dor e mobilidade limitada.

Além disso, a raça Pequinês também é propensa a problemas cardíacos, o que também pode afetar a atividade física.

O excesso de peso também pode ser um problema grave, especialmente em raças mais pequenas, como o pequinês.

Os cães com excesso de peso têm mais pressão sobre as articulações, o que pode causar dor e mobilidade limitada.

Além disso, o excesso de peso também aumenta o risco de doenças cardiovasculares!

Por outras palavras, se o Ming começou subitamente a mexer-se menos, vale a pena levá-lo a um veterinário.

O veterinário poderá determinar a causa exacta e recomendar um tratamento adequado. Este pode envolver mudanças na dieta e no exercício, medicação ou mesmo cirurgia. Espero que o Ming melhore depressa!

>>  O Dandie Dinmont terrier e a DIVD: como se preparar?