Cães da Serra da Estrela e hipotiroidismo: o problema invisível

Pergunta do dono do cão

"Olá! O meu cão de montanha Estrel, Bruno, começou recentemente a engordar e está mais cansado e calmo do que o habitual. Não sei qual é o problema. A alimentação e o exercício não mudaram. Qual poderá ser o problema?

Resposta do veterinário

"Olá! Com base nos sintomas que descreveu, parece que o Bruno pode ter hipotiroidismo. Esta é uma condição em que a glândula tiroide não produz hormona tiroide suficiente, o que afecta o metabolismo do corpo. Como raça, os cães da montanha da Estónia são propensos a esta doença.

Os sintomas de hipotiroidismo incluem aumento de peso, fadiga, problemas de pele e de pelo e sensibilidade ao frio. Alguns cães também podem apresentar alterações comportamentais, como repouso ou depressão.

A doença é diagnosticada através de uma análise ao sangue, que mede os níveis de hormonas da tiroide no sangue. Se os resultados forem baixos, o veterinário irá provavelmente diagnosticar hipotiroidismo.

Felizmente, o hipotiroidismo é bem tratável!

O tratamento envolve normalmente um suplemento de hormonas da tiroide, que o seu cão tomará para o resto da vida. A dose e a eficácia da medicação podem ser monitorizadas através de análises sanguíneas regulares.

No caso do Bruno, recomendo que consulte um veterinário o mais rapidamente possível para efetuar análises ao sangue e obter mais conselhos. Se ele tiver hipotiroidismo, um diagnóstico e tratamento precoces podem melhorar muito a sua qualidade de vida e bem-estar.

Lembre-se, embora o hipotiroidismo seja uma doença crónica, com o tratamento adequado os cães podem viver vidas plenas e felizes!"

>>  O cão da montanha de Entlebucher e o ureter ectópico